quinta-feira, 20 de maio de 2010

Ameijoas à Bulhão Pato



Tempo quente a pedir um petisco muito apreciado lá em casa, as amêijoas à Bulhão Pato. Oficialmente abriu-se a época do petisco! Venham agora os caracóis, a bela da imperial e pão torrado.


História das Amêijoas à Bulhão Pato


Bulhão Pato foi um escritor do Séc. XIX que memorializou com uma grande paixão vivencial a vida portuguesa da sua época, através de um quotidiano passado nas mesas de cafés e restaurantes da capital, onde mantinha acaloradas discussões com proeminentes figuras publicas das artes e da politica nacional, sobretudo através de uma prosa literária, que o tornaram bastante popular nessa época em que se assistia aos acontecimentos revolucionários da "Maria da Fonte".

Gostava de caçar e era grande amante da arte gastronómica, como o comprovam algumas receitas que nos deixou escritas no célebre: "Cozinheiro dos Cozinheiros", do mestre Paulo Plantier, a pedido do mesmo.

Mas foi sobretudo um grande apreciador dos prazeres da mesa e da vida, pos, segundo reza a história, para além de afamado gastrónomo, era muito admirado pelo sexo oposto.

Foi frequentado das mais famosas casas de Lisboa do Século passado, como o "Price", o "Penium" e o "Mata", mas terá sido, segundo Alfredo de Morais, num restaurante da Rua da Bela da Rainha (actualmente Rua da Prata), mais precisamente no "Estrela de Ouro", que nasceu esta receita com o nome do escritor.

Não foi invenção sua, mas sim de um cozinheiro que aproveitou para o homenagear enquanto bom apreciador deste prato, provavelmente como forma de agradecimento aos elogios que Bulhão Pato proferia às suas confecções culinárias. Estes bivalves eram na época muito apreciados, constituindo uma iguaria bastante requintada para as mesas dos lisboetas.

Existiam no Tejo, com a notícia, desde o Séc. XVI, de serem apanhadas em Porto Brandão e vendidas nos mercados de Lisboa, onde eram consumidas em grande quantidade.

Retirado de " A Cultura Gastronómia em Portugal"



Ingredientes (4 comensais)

1 kg de amêijoas
2 colheres de sopa de azeite
4 dentes de alho
1 limão
1 raminho de coentros
sal

Confecção
Arranjam-se as amêijoas como habitualmente, pondo-as de molho em água com bastante sal e lavam-se em várias águas para largarem a areia. Leva-se ao lume o azeite, deixa-se aquecer e juntam-se os dentes de alho esmagados com casca e tudo. Deixa-se alourar um pouco. Introduzem-se as amêijoas e os coentros picados grosseiramente e tempera-se com sal (se necessário). Mexe-se o recipiente de vez em quando. Quando todas as amêijoas estiverem abertas, regam-se com o sumo de meio limão. Serve-se com o restante limão cortado em quartos.

PS - li algures, não me lembro onde, que as amêijoas devem ser abertas na frigideira em lume bastante alto, não demorando muito tempo no processo. Isto faz com que a amêijoa não perca dos seus sucos e fique mais saborosa. Se é certo ou não, não sei. Mas que faço sempre isto, lá que é verdade, é.

8 comentários:

  1. Mas que bom aspecto amiga,que foto linda,jinhoss

    ResponderEliminar
  2. e adoro isto com um vinho verde fresquinho bemmmmmmmmm
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. é um delicioso petisco!!
    beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde, como vai? Visitei o seu blog e gostei mesmo muito...

    Gostaria de lhe pedir que coloca-se o meu link do meu blog de vinhos, bom para acompanhar com os seus pratos, coloca-se no seu blog...

    http://vinhosdasemana.blogspot.com/

    Espero uma resposta...

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde,

    O seu blog / Site chamou a atenção dos nossos colaboradores pela qualidade das suas receitas.

    Ficaríamos muito gratos se você regista-se o seu site / blog no Petitchef.com.

    Ptitchef é um diretório com as melhores referências de sites de cozinha na web. Centenas de blogs espalhados pelo mundo já estão registados, aproveite para conhecer o site Ptitchef.(www.ptitchef.com ou http://pt.petitchef.com)

    Neste momento contamos com mais de 150 000 visitantes por dia e enviamos mais de 200 000 emails com o menu do dia, se adicionar o seu site / blog e colocar a nossa TAG no seu site poderá receber milhares de visitantes, esperamos a sua inscrição.

    Para se inscrever no Petitchef clique aquí http://pt.petitchef.com/?obj=front&action=site_ajout_form ou no link http://pt.petitchef.com e clique em "Adicionar o seu blog-site" sobre a barra laranja.


    Visite também o novo site ligado ás artes: http://pt.creatiblogs.com

    Se já se encontra registado no Petitchef, agradecemos a sua participação e pedimos-lhe o favor de nos ajudar a divulgar este site pelos seus amigos.


    Atentamente,

    Octávio
    Ptitchef.com

    ResponderEliminar
  6. Por acaso não sabia de onde vinha esse nome tão estranho para um petisco tão famoso.
    Verão sem ameijoas não é Verão!
    Bela foto.
    Bjs

    ResponderEliminar